Área do Autor

O Comitê Técnico já avaliou as sinopses dos trabalhos técnicos para apresentação na Rio Pipeline 2017. Clique aqui para ver a lista de sinopses aprovadas.

 

O Comitê Técnico avaliou os trabalhos recebidos para a Rio Pipeline 2017 e os resultados das análises estão disponíveis no ‘status do trabalho’. Clique aqui para ver a lista dos trabalhos aprovados!
As instruções com a data e formato da apresentação dos trabalhos (oral/pôster digital) serão divulgadas até o dia 21 de agosto;
Os trabalhos que forem apresentados na Rio Pipeline 2017 concorrerão ao Prêmio Calgary desta edição. Além disso, aqueles projetos que receberem menção honrosa vão concorrer ao Prêmio Plínio Cantanhede que será entregue na Rio Oil & Gas 2018.
A conferência dará a oportunidade para profissionais apresentarem seus trabalhos técnicos em dois diferentes formatos: oral e pôster digital. Além disso, os trabalhos finais serão publicados na biblioteca online do IBP, com registro ISSN, e em bibliotecas de universidades e empresas parceiras, podendo ainda ser publicados em revistas indexadas.

 

CRONOGRAMA

AçãoPrazoStatus
Deadline para o envio dos trabalhos técnicos24/03/2017encerrado
Resultado da avaliação das sinopse (via e-mail)07/04/2017aberto
Envio do trabalho final (5-10 páginas)31/05/2017encerrado
Resultado da aprovação/ pedido de revisão23/06/2017encerrado
Envio do trabalho revisado21/07/2017aberto
Informe sobre a apresentação dos trabalhos21/08/2017aberto
Prazo para inscrição do autor apresentador22/08/2017aberto

SOBRE AS SESSÕES TÉCNICAS

Como autor de um trabalho técnico da Rio Pipeline 2017, você poderá participar de apresentações orais e no formato pôster digital. Os autores deverão optar pela forma de apresentação do trabalho, mas o resultado final, no entanto, será definido pelo Comitê Técnico. Veja a diferença:

– Apresentação Oral: São sessões para apresentações formais de trabalhos de natureza técnica ou econômica, de interesse geral a uma grande audiência.

Apresentação Pôster Digital: Essas sessões propiciarão um fórum informal para contato direto entre os autores e congressistas nos assuntos técnicos de enfoque específico. Poderão ser assuntos com temas científicos ou tópicos de tecnologia de ponta que são de grande interesse, porém voltados para um público distinto.

INSCRIÇÕES NA CONFERÊNCIA

Todos os autores que forem participar da Conferência deverão se inscrever para o evento. Para que o trabalho aprovado seja incluído no programa final e publicado na Biblioteca online do IBP, é necessário que ao menos o autor apresentador do trabalho faça sua inscrição.

TEMÁRIO

AUTOMAÇÃO, SISTEMAS SUPERVISÓRIOS E MEDIÇÃO

Detecção de Vazamentos
Medições
Funções Avançadas de Tempo Real e Simulação de Escoamento
Sistemas Supervisórios, Automação e Instrumentação

 

BASES DE DISTRIBUIÇÃO, TERMINAIS, ESTAÇÕES DE COMPRESSÃO E DE BOMBEAMENTO

Análise de Performance e Seleção de Equipamentos
Boas Práticas de Manutenção Preventiva e Preditiva
Simulação Operacional
Gerenciamento e Controle da Operação e da Manutenção
Otimização de Processos
Controle de Ruído e de Emissões ao Meio Ambiente
Novas Tecnologias Aplicadas em Equipamentos e Processos
Gerenciamento e Controle da Transferência de Custódia de Produtos
Padrões Internacionais de Operação e Manutenção
Eficiência Energética em Operações

CONFIABILIDADE E AVALIAÇÃO DE RISCO

Análise de Falhas
Inspeção Baseada em Risco
Confiabilidade Humana
Gerenciamento de Crises e de Riscos
Manutenção Centrada em Confiabilidade
Otimização de Cadeias de Suprimento

CORROSÃO

Prevenção da Corrosão
SCC – Stress Corrosion Cracking
Inibidores de Corrosão
Proteção Catódica
Revestimento Anticorrosivo
Novos Materiais
Monitoramento da Corrosão
Corrosão Microbiológica
Efeito do Escoamento na Corrosão
Trincamento Assistido pelo Meio

DISTRIBUIÇÃO DE GÁS

Planos diretores
Projetos de Malhas de Gasodutos para Uso Industrial, Comercial e Residencial
A interferência com as Infraestruturas Urbanas
Automação e Detecção de Vazamentos

DUTOS SUBMARINOS

Dutos e Risers Rígidos
Projeto, Construção e Montagem
Desafios em Águas Ultra-profundas
Comportamento Mecânico
Experiência Operacional e Lições Aprendidas
Instalação (Métodos e Equipamentos)
Inspeção, Monitoração, Manutenção e Reparo
Fratura e Fadiga
VIV e CFD
Estabilidade de Fundo e Interação Duto-Solo
Projeto Termo-Mecânico
Garantia de Escoamento
Fratura e Fadiga
Processos de Soldagem: Manual, Semi-Mecanizado e Mecanizado
Testes em Escala Real
Pipe in Pipe (PIP) e Isolamento Térmico
Métodos de Projeto
Normalização
Pré Comissionamento e Descomissionamento

GIS E MAPEAMENTO

Sistemas de Informações Geográficas
Mapeamento de Faixa e Dutos
Localização e Geoposicionamentos
Imageamento por Satélite e Sensoriamento Remoto
Implantação e Gerenciamento de Dutos
Estudos Ambientais e Geomática

INTEGRIDADE ESTRUTURAL

Gerenciamento de Integridade
Avaliação de Defeitos
Modos de Falhas
Análise de Tensõeso
Direct Assessment
Integração de Dados
Teste Hidrostático

LOGÍSTICA E OPERAÇÃO

Tecnologias de Gerenciamento de Operação e Manutenção de Dutos
Certificação de Operadores (Centros de Controle e Instalações de Campo)
Integração da Operação com a Comercialização de Capacidade de Transportes
Otimização de Capacidade de Transporte e Redução de Custos
Avaliação Econômica da Operação de Terminais/Sobreestadias de Navios
Simulação Hidráulica
Avaliação Econômica da Operação de Terminais/Sobreestadias de Navios
Redução e Tratamento de Interfaces de Produtos em Polidutos
Competitividade entre Modais de Transporte
Simulação de Escoamento Mono e Multifásico (Abordagens Online e Offline)
Estudos de Otimização de Malhas

MANUTENÇÃO E REABILITAÇÃO

Tecnologias de Gerenciamento de Manutenção
Certificação de Pessoal
Planejamento da Manutenção
Manutenção Centrada em Confiabilidade
Reparos em Operação de Dutos
Serviços de Trepanação, “Hot Taping” e Plugeamento
Treinamento e Capacitação em Reparos de Dutos
Procedimentos e Padrões Específicos de Reparos de Dutos

MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA OPERACIONAL

Licenciamento Ambiental
Gestão Ambiental
Avaliação de Impactos Ambientais de Novas Instalações
Técnicas de Minimização de Impactos (Seleção de Rotas, Controle de Efluentes, Resíduos, Emissões Atmosféricas e Ruídos)
Análise de Ciclo de Vida de Instalações
Gestão de Segurança
Segurança de Faixas de Serviço, Terminais, Bases e Estações
Plano de Emergência para Vazamento de Óleo e de Continuidade nos Negócios
Segurança em Novas Instalações

MINERODUTOS

Cenários de Aplicação no Brasil e no Mundo
Projeto, Construção, Montagem e Comissionamento
Operação
Manutenção e Equipamentos
Reologia

PROJETO, CONSTRUÇÃO, IMPLANTAÇÃO DE FAIXA DE DUTOS E MATERIAIS

Engenharia de Traçado
Avaliações Geotécnicas
Dimensionamento de Tubos e Acessórios
Dimensionamento de Sistemas de Bombeamento e Compressão
Travessias e Cruzamentos
Perfuração Dirigida – Furo direcional, Microtúnel
Equipamentos para Construção e Montagem
Novos Procedimentos de Construção e Montagem: Abertura de Valas, Manuseio de Tubos, Procedimento de Soldagem, Testes, Condicionamento, Pré-operação e Partida
Materiais, Equipamentos e Acessórios para Dutos
Novos Materiais Metálicos e não-metálicos
Simulação Termo-hidráulica
Inovações Técnicas, Desempenho e Aplicações (Que se Destacam Acima dos Atuais Padrões Existentes no Mercado ou que Proporcionem Considerável Ganho de Produtividade)

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Desenvolvimento de Parcerias Sustentáveis com Comunidades na Indústria Dutoviária (Trabalhos sobre Projetos Sustentáveis nas Comunidades Impactadas)
Processos e Indicadores de Gestão nos Empreendimentos Dutoviários (Trabalhos Sobre Como é Inserida a RSE e como/quais são os Resultados Verificados)
Identificação e Gerenciamento dos Impactos Sociais (Trabalhos sobre Diagnóstico Social e Metodologias/Projetos de Preservação da Identidade Local)

TÉCNICAS DE INSPEÇÃO E DUTOS NÃO PIGÁVEIS

Inspeção de Dutos não Pigáveis
Inspeção de Dutos: Corrosão, Geometria, Vazamento, Trinca e Revestimento
Técnicas: MFL, Ultrassom, Emissão Acústica, Radiografia, Outros